Câmara de Extrema instaura a 1ª Bancada em Defesa do Direito das Mulheres do Sul de Minas

Redação - Cláudio Coutinho3 de fevereiro de 20212min0
Procuradoria da Mulher será um dos serviços oferecidos às extremenses

Novamente a Câmara Municipal de Extrema dá um passo importante quando o assunto é cidadania. Acaba de ser criada a Bancada em Defesa do Direito das Mulheres que terá como meta principal priorizar a luta na defesa e no combate à violência feminina. Além de militar a erradicação da desigualdade de gênero, a proposta terá como base a Lei Maria da Penha. É a primeira vez que uma bancada a favor da mulher é criada no Sul de Minas.

Quem encabeça o projeto são as 1ª e 2ª secretárias da mesa diretora, Telma Aparecida Maciel e Tamara Martiniuk, além do vereador Pericle Mazzi Filho, o Pepi. “Cabe à bancada trazer à tona as pautas inerentes à proteção e à defesa de todas elas, promovendo assim ações capazes de conscientizar a comunidade na importância do apoio à militância. Nosso trabalho estará focado na prevenção, na informação, no amparo, no diálogo e no ato de abraçar. Queremos que toda a comunidade participe desta iniciava porque juntos somos muito mais fortes”, comentaram os vereadores.

A bancada irá fortalecer ainda mais a aliança com a população extremense e se tornará uma grande ferramenta de transformação social capaz de promover a cidadania, a dignidade e o respeito nãos mais diversas formas, principalmente às mulheres vítimas das estatísticas.

Redação - Cláudio Coutinho