Vereadora Telma Maciel fala na tribuna por sentir-se ofendida e sobre o uso indevido de sua imagem em grupos do face book

Redação - Cláudio Coutinho11 de fevereiro de 20203min0
A vereadora deixou nas entrelinhas de suas palavras que já foram identificadas as pessoas que fizeram os posts no grupos do face book

Demonstrando firmeza em seu pronunciamento e deixando nas entrelinhas que já foi identificada a pessoa que fez uso da imagem e que postou com o uso de um perfil falso para fazer falsas calunias contra um assessor parlamentar, Telma Maciel destacou seu trabalho enquanto em pleno uso da cadeira no legislativo e mostrou sua indignação pelo uso da imagem dela.

Segundo Telma “tentaram denegrir a imagem dela e de funcionários da Câmara”. Ela questiona: “Porque fez isso? Por que não mostra sua cara? Por que não usa a tribuna que é espaço aberto para emitir sua opinião?”.

Na simplicidade de suas palavras a vereadora cita outra postagem, desta vez feita em uma página do face book conhecida pelo título de “Extrema da Depressão” onde uma pessoa que provavelmente é uma das administradoras do espaço, ou autorizada pelos responsáveis para inserir os posts, escreve as seguinte palavras: “Mas tá se achando não? Viu moça, vereadora não é profissão não tá! Tá achando ruim de ser cobrada pela população? Você é empregada do povo. Seja mais humilde, pois quem sabe você nem volta a ser vereadora mais”. Em cima da imagem do vídeo o Extrema da Depressão ainda escreve: “Vereadora Telma debocha de quem pensa diferente dela”.

Telma rebate as palavras acima e fala que se orgulha de sua profissão de cabeleireira, micro empresária na área da beleza com experiência há mais de 20 anos de atuação. Ela acrescentou: “Hoje Deus me deu a oportunidade de também trabalhar pelo povo no âmbito político, mas sempre fiz isso de forma voluntária, ajudando a população carente em diversos trabalhos sociais, coisas que faço desde os meus quinze anos de idade”.

Ao final de suas palavras Telma Só agradeceu o apoio que tem recebido por meio de muitas mensagens na s redes sociais. “Quem me conhece pode falar! Gratidão a todos pelo apoio e pelas palavras” finalizou.

Segundo foi apurado por nossa redação, as providencias no âmbito da justiça já estão sendo tomadas pelo assessor “ofendido” e pela vereadora. Pelo que as comenta nos bastidores as investigações remetem para uma figura de destaque na cidade. Vamos aguardar a confirmação para poder trazer as informações aos nossos leitores.

Redação - Cláudio Coutinho


    Deixa um Comentário

    Seu email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *