Zé Maria da Fundição intercede junto à prefeitura para facilitar comerciantes de Extrema

Redação - Cláudio Coutinho31 de janeiro de 20203min0
O ex-vereador ouviu do presidente da ACIEX e de alguns comerciantes a dificuldade com relação a regularização de Alvarás de Funcionamento

No início do ano de 2020 o ex-vereador José Maria do Couto, conhecido como Zé Maria da Fundição, aproveitou o bom tráfego politico que exerce junto ao atual Chefe do Executivo, João Batista da Silva e apresentou ao prefeito uma questão que vem se tornando difícil para os comerciantes da cidade no que se refere à regularização de Alvarás de Funcionamento.

Segundo documento protocolado por Zé Maria junto ao gabinete do prefeito dentre as exigências que vem trazendo transtornos e dificuldades se destacam as exigências feitas para comerciantes que tem suas instalações na parte térrea das edificações.

A situação

Ocorre que por exigência do Corpo de Bombeiros, para que seja emitida taxa que possibilita a autorização daquele órgão dando aprovação para uso das instalações térreas é exigida a apresentação da planta do imóvel como um todo, ou seja, se um prédio tem dois ou mais andares, é necessário que se apresente a planta total da edificação e não apenas onde está instalado o ponto comercial. Isso acaba por onerar sobremaneira os custos e despesas que o comerciante tem para conseguir obter o referido Alvará.

Como o problema atinge a grande maioria dos comerciantes da cidade que são de pequeno e micro empresários Zé Maria apelou para que fosse feita gestão da administração municipal visando alterar o regulamento, autorizando que seja exigida somente a planta do local onde funciona o estabelecimento comercial ou de serviços. “Isso diminuiria sobremaneira a despesa que é necessária para a confecção da planta do local”, afirma Zé Maria.

No documento protocolado junto ao Chefe do Executivo, o ex-vereador que é uma figura conceituada por sua atuação sempre em defesa dos interesses comuns na sociedade extremense, apela para boa vontade do gestor do município que segundo Zé Maria “tem sua atenção fortemente voltada para o desenvolvimento e crescimento das Indústrias, para que dê uma atenção especial também ao Comércio que também gera empregos e contribui para o avanço da cidade”.

Os comerciantes aguardam a decisão do prefeito João Batista e contam com sua intervenção para facilitar a emissão dos Alvarás.

Redação - Cláudio Coutinho